ARTE

ESTUDO DIRIGIDO

REALIZAÇÃO: GRUPO
Entrega: 25/10/16
Valor: 2,0 pts.

UNIDADE 1

SESSÃO 01 - 06/09/2016

Acolhimento da turma, apresentação da professora e do programa do curso

hooks, bell. “Intelectuais Negras”. Estudos Feministas/ Dossiê Mulheres Negras, Rio de Janeiro: IFCS/ UFRJ, v. 3, n. 2, p. 464-478, 1995.

SESSÃO 02 - 13/09/2016

Currículos, Feminismos Negros e Transgressões

hooks, bell. “Ensinando a transgredir” e “Pedagogia engajada”. In: _____. _____. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. São Paulo: Martins Fontes, pp. 09-24; 25-36.

SESSÃO 03 - 20/09/2016

A construção de uma comunidade pedagógica

hooks, bell. “A construção de uma comunidade pedagógica”. _____. _____. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. São Paulo: Martins Fontes, pp. 173-221.

SESSÃO 04 - 27/09/2016

“Escritas de si”: Intelectuais Negras e Pesquisa Ativista

Convidada: Profa. Ms. Janete dos Santos Ribeiro (Iserj)

EVARISTO, Conceição. "Da grafia desenho de minha mãe um dos lugares do nascimento da minha escrita".

FREIRE, Ida Mara. “Tecelãs da existência”. Estudos Feministas, Florianópolis, n. 22, v. 2, mai-ago. 2014, pp. 565-584.

SESSÃO 05 - 04/10/2016

“Escritas de si”: Intelectuais Negras e Pesquisa Ativista

Convidada: Profa. Ms. Janete dos Santos Ribeiro (Iserj)

EVARISTO, Conceição. "Da grafia desenho de minha mãe um dos lugares do nascimento da minha escrita".

UNIDADE 2

RESENHA DOS TEXTOS

REALIZAÇÃO: indiv.
Entrega: 22/11/16
Valor: 3,0 pts.

SESSÃO 06 - 11/10/2016

“Nossos passos vêm de longe”

GRUPO RESPONSÁVEL: DONA DEBORA SILVA MARIA

ESPÍRITO SANTO, Elizabeth Viana. “Lélia Gonzalez e outras mulheres: pensamento feminista, antirracismo e antisexismo”. Revista da ABPN, v. 1, n. 1, mar.jun. 2010, pp. 52-63.

LEMOS, Rosalia de Oliveira. “O movimento das mulheres negras no Rio de Janeiro”. In: _____. _____. Feminismo negro em construção: a organização do Movimento de Mulheres Negras no Rio de Janeiro. Dissertação (Mestrado em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social), Instituto de Psicologia da UFRJ, 1997, pp. 55-115.

SESSÃO 07 - 18/10/2016

Reunião de trabalho dos grupos para organização dos Estudos Dirigidos.

SESSÃO 08 - 25/10/2016

Feminismo Negro Interseccional

GRUPO RESPONSÁVEL: MEL DUARTE

CRENSHAW, Kimberlé. “Documento para o encontro de especialistas em aspectos da discriminação racial relativos ao gênero”. Revista de Estudos Feministas, 171, 1/2002.

SESSÃO 09 - 01/11/2016

Mulherismo Afrikana: questões introdutórias

GRUPO RESPONSÁVEL: MIRIAM ALVES

Texto-Artilharia + Vivência

HUDSON-WEEMS, Cleonora. Afrikana Womanism – o outro lado da moeda.

SESSÃO 10 - 08/11/2016

Solidão das Mulheres Negras

GRUPO RESPONSÁVEL: PRETA RARA

LIMA, Dulci. “Sobrevivendo apesar da falta de amor: empoderamento afetivo da mulher negra”.

SOUZA, Claudete Alves da Silva. In: _____. _____. A solidão da mulher negra – sua subjetividade e seu rpeterimento pelo homem negro na cidade de São Paulo. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais), PUC-SP, 2008.

UNIDADE 3

FICHA DE AVALIAÇÃO +

DIÁRIO DE BORDO

REALIZAÇÃO: GRUPO
Entrega: 20/12/16
Valor: 5,0 pts.

SESSÃO 11 - 22/11/2016

“Beleza Negra”: problematizando as categorias de aceitação e rejeição

GRUPO RESPONSÁVEL: ROSANA PAULINO

ARRAES, Jarid. “As gurus da beleza negra na internet”

GOMES, Nilma Lino. “O processo de rejeição/aceitação/ressignificação do corpo e do cabelo”. In: _____. _____. Sem perder a raiz – Corpo e cabelo como símbolos da identidade negra. São Paulo: Autêntica, 2008.

“Um papo longo, porém muito importante emocionante: Dia da Consciência Negra” com Fabiana Lima do Canal Beleza de Preta e Rosangela do Canal Rosajorosa. Disponível

SESSÃO 12 - 29/11/2016

Mulheres negras, pigmentocracia e colorismo

GRUPO DONA DEBORA SILVA MARIA

DJOKIC, Aline. “Colorismo: o que é, como funciona?”

XAVIER, Giovana. “À flor da pele: cultura da beleza, cremes para clarear e as apropriações do discurso eugênico entre afro-americanas”, pp. 149-272. In: _____. _____. Brancas de Almas Negras: beleza, racialização e cosmética na imprensa negra pós-emancipação (EUA, 1890-1930).

SESSÃO 13 - 06/12/2016

GRUPO RESPONSÁVEL: MEL DUARTE

MENDONÇA, Tassia. “Vivendo no campo minado: riscos, apostas e sobrevivências em uma favela do Rio de Janeiro”

GONÇALVES, Guaraciara. “Os usos e abusos da criação com apego – parte 1

SESSÃO 14 - 13/12/2016

Feminismos Negros e Funk: empoderamento ou objetificação?

GRUPO RESPONSÁVEL: MIRIAM ALVES

CARDOSO, Bia. “Funk e Feminismo”

GOMES, Mara. “Ser preto tá na moda”

OLIVEIRA, Eliane. “Tirem as mãos dos nossos símbolos de luta”

LOPES, Adriana Carvalho. Funk-se quem quiser: no batidão negro da cidade carioca. Tese (Doutorado em Linguística), Instituto de Estudos da Linguagem, Unicamp, 2010.

SESSÃO 15 - 20/12/2016

Leitura complementar:
PACHECO, Ana Claudia Lemos. À procura de um parceiro: raça, gênero e solidão na trajetória social e afetiva das mulheres negras em Salvador, Bahia. IX Congresso Internacional da Brazilian Studies Association. New Orleans: Tulane University, 2008. 

Roda de conversa com avaliação do curso

GRUPO RESPONSÁVEL: PRETA RARA

E ROSANA PAULINO